Pousada da Vila...

X

Pousada da Vila

Ao abrir a porta o rangido se ouvia,
A idade daquela é longa.
Sobreviveu por chuvas,
Fortes ventos e muito sol.

Lembro dos meus risos como criança,
Do requinte dos detalhes,
Do cheiro do fogao a lenha,
Da velha e doce negra e seu tacho de cobre.

Muitos por ali passaram.
Quando vila era casa.
Quando casa era alegria
Quando alegria, aconchego.

Mas veio o silêncio
E com o silêncio, mais silêncio.
Até que nada se ouvia.
Era o tempo.

Como deixar o tempo passar e calar o sentir?
Como deixar as lembranças virarem silêncio?
Na vida, nada fica, exceto a sensação de existir,
É a percepção dos momentos.

Assim, a antiga agora é nova.
O silêncio, emoção.
E a velha casa,
Pousada.


Acomodações

O requinte, conforto, a mineiridade e o bom gosto estão presentes em cada momento - Veja Mais

A Cidade

São mais de 200 anos de historia, cultura e tradição - Veja Mais


dd

Rua do Ávila,131 - Núcleo Histórico - Centro - Paracatu - MG    CEP: 38.600-000 - Fone: (38) 3671-6200